skip to Main Content
Menu
Dia De Tiradentes

Dia de Tiradentes

A data de hoje é uma homenagem ao mineiro Joaquim José da Silva Xavier, o chamado “Tiradentes”, um dos principais líderes da inconfidência mineira. Considerado um herói nacional, o dia de sua morte foi eternizado como um feriado brasileiro. 

O que foi a inconfidência mineira?

Um dos primeiros movimentos de revolta brasileira, a inconfidência mineira, foi uma ação de protesto à Coroa Portuguesa (que na época ainda tinha o Brasil como sua colônia) no século 18. O Brasil era uma colônia muito lucrativa para Portugal, especialmente pelo crescimento das regiões de minérios que rendiam muito ouro e diamante para a população. As Minas Gerais tinham se transformado no centro cultural e econômico do país, centralizando praticamente todas as atividades lucrativas em uma só região. Após um tempo, o poder econômico das minas foi diminuindo, pois já não havia mais a mesma quantidade de minérios para serem descobertos. Portugal entendeu a queda de lucros como um crime dos brasileiros, que, na sua teoria, não estariam pagando os impostos dos minérios à Coroa. Consequentemente, os impostos foram altamente elevados e a guarda portuguesa começou a repreender os mineradores. A ganância de Portugal começou a sair do controle e a população brasileira ficou cada vez mais revoltada. Não por coincidência, o movimento aconteceu quase na mesma época em que os Estados Unidos se tornaram independentes da Inglaterra. Na Europa, filósofos e pensadores criticavam a monarquia e o poder absoluto dos reis. Tudo isso influenciou as elites de Minas Gerais e as levou a conspirar em prol da Independência do Brasil. A maioria dos conspiradores da Inconfidência Mineira eram homens ricos e cultos como Cláudio Manuel da Costa e Tomás Antônio Gonzaga. Pobre, somente Tiradentes, que era um simples alferes (cargo militar semelhante ao de tenente), e que tinha esse apelido por exercer também o ofício de dentista. Entretanto, era ele quem saía às ruas, procurando conquistar a adesão do povo ao movimento. O império condenou os inconfidentes. Todos os que tinham posses conseguiram escapar da pena máxima, trocando-a pela prisão ou pelo exílio. Tiradentes, em contrapartida, teve a forca como destino. Ele ainda teve o corpo esquartejado para que seus membros ficassem expostos ao público, de modo a desencorajar outras tentativas de rebelião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
×Close search
Search