skip to Main Content
Menu
Dia Nacional Do Orgulho Gay

Dia nacional do Orgulho Gay

A intolerância homoafetiva continua muito presente em nossa sociedade. Seja alvo de piadas, desigualdade no ambiente de trabalho e até exclusão social. Entretanto, vivemos em uma época bastante progressista, o movimento do orgulho lgbt ganhou força e espaço para continuar sua jornada. Casais não precisam mais esconder sua união perante a lei, possuímos leis que condenam a violência com base em orientação sexual, e continuamos buscando por mais direitos e conquistas. O Dia Nacional do Orgulho Gay, celebrado no dia 25 de março no Brasil, há alguns anos mobiliza milhares de pessoas em todo o país em prol da luta contra a homofobia. 

O que foi conquistado até aqui? 

Criminalização da LGBTfobia, Fim da criminalização da homossexualidade e
das penas correlatas, Reconhecimento social da identidade de gênero, Fim do tratamento das identidades trans como patologias, Fim dos tratamentos de “cura gay”, Casamento civil igualitário, Permissão para casais homoafetivos adotarem crianças, Respeito à laicidade do Estado e fim da influência religiosa nos processos políticos, Políticas públicas pelo fim da discriminação, Maior representatividade da comunidade nos meios de comunicação. Além disso, até os anos 80 o termo “homossexualismo” era considerado uma doença, foi apenas em 1985 que o Grupo Gay da Bahia obteve sucesso frente ao Conselho Federal de Medicina e o termo foi extinguido. 

Mídia

Mas nem tudo está perdido. A cada ano que passa, um maior número de marcas tem se envolvido diretamente no combate à homofobia. Essa atitude é de suma importância, afinal, com suas campanhas têm a possibilidade de alcançar um grande número de pessoas, e, com isso, colocar um fim nesse ódio absurdo e sem fundamento. As campanhas de mídia amplificam as vozes dessa luta, somam forças, aumentam o alcance, conversam com um número incalculável de pessoas de diferentes opiniões. Acreditamos que todo brasileiro conhece o ditado: “A união faz a força.” Entre as marcas que lutam pelos direitos dos LGBTQ+ podemos destacar Absolut, Adidas, Apple, Avon, Bem&Jerry’s, Burger King, Chevrolet, Coca-Cola, Colgate-Palmolive, Facebook, Ford, GOL Linhas Aéreas, Google, Halls, Heinz, Itaú, Johnson&Johnson, Natura, Nike, MasterCard, McDonald’s, Mondelez, O Boticário, Pepsi, Procter&Gamble, Renault, Skol, Smirnoff, Toyota, Twitter, Unilever, Visa e tantas outras mais. Mesmo assim, ainda precisamos saber diferenciar o apoio à causa lgbt de marketing. Muitas marcas apenas aproveitam a onda e esperam lucrar em cima da luta pela igualdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
×Close search
Search