skip to Main Content
Menu
O Homem Mais Rico Do Mundo

O homem mais rico do mundo

Hoje o homem mais rico do mundo se chama Jeff Bezos. Talvez você já tenha ouvido falar dele, o CEO da Amazon, o responsável por mais de 50% de todas as compras online dos Estados Unidos. Mas o que está por trás da história desse bilionário? Como foi que ele alcançou tudo o que tem hoje?

Antes de alcançar o primeiro lugar, Jeff Bezos desbancou os bilionários Bill Gates e Warren Buffett. Formado em engenharia elétrica e ciências da computação, ele deixou um promissor emprego em uma das principais gestoras de Wall Street para apostar no futuro da internet. A empresa começou apenas como uma livraria online, mas seu crescimento surpreendente possibilitou que o plano inicial de ser uma grande empresa de tecnologia se tornasse viável. Assim, a Amazon abriu seu site para mais produtos e outros vendedores. Posteriormente, expandiu seus negócios para computação na nuvem, leitor de livros digital, streaming de jogos e vídeos online. Com uma fortuna de mais de US$ 100 bilhões, Bezos hoje também investe em outros projetos, como a empresa de exploração espacial chamada Blue Origin e o jornal Washington Post. O começo da Amazon foi explosivo, superando e muito as expectativas de Bezos. Ele lançou o site em julho de 1995 como uma livraria online e, em apenas dois meses, já havia despachado encomendas para todos os estados dos EUA e mais 45 países. Toda a operação de pegar, encaixotar e despachar os livros era feita manualmente por Bezos e seus poucos funcionários, na garagem de sua casa. Mesmo sem a automatização, as vendas decolaram para mais de US$ 20 mil por semana nos primeiros meses de operação. Mas a companhia, como quase todas as startups em início de operação, queimava caixa trimestre após trimestre. Para Bezos, isso não era um problema, mas parte da estratégia de criar uma gigante internacional. Ele queria crescer muito e rapidamente, e para isso era preciso investir pesado. O dinheiro viria de empréstimos e novos investidores.

Basicamente, depois de formado, Jeff Bezos começou a trabalhar em uma fintech de telecomunicações, a Fitel. Em poucos meses foi promovido a diretor de atendimento ao cliente. Posteriormente, Bezos migrou para o setor bancário de Wall Street, e em 1990 ingressou na D.E Shaw & Co, uma empresa de investimentos. Nessa empresa, Bezos foi nomeado vice-presidente sênior aos 30 anos. Quatro anos depois, ele deixou o emprego para abrir a Amazon.com, que na época era apenas uma livraria online. Ninguém diria que, anos mais tarde, a empresa se transformaria em uma gigante do varejo e da tecnologia.

Em 2013, Bezos comprou o The Washington Post e, em 2017, a Amazon adquiriu a Whole Foods. Os empreendimentos extremamente lucrativos fizeram do empresário uma das pessoas mais ricas do mundo, e Bezos chegou a ser nomeado pela Forbes como “o homem mais rico da história moderna”. Em 2020, seu patrimônio líquido acumulou mais de US $ 180 bilhões. Jeff Bezos foi casado por 25 anos com MacKenzie Scott, com quem teve quatro filhos. Em fevereiro de 2019, eles se divorciaram, com Bezos transferindo um quarto de sua participação de 16% na Amazon para Scott. Em julho de 2021, o bilionário deixou o cargo de CEO da Amazon, assumindo a posição de presidente executivo da empresa. Bezos vendeu US$ 8,8 bilhões em ações da Amazon, além de doar algumas, ficando com pouco menos de 10% da empresa. Também em 2021, o bilionário voou brevemente até a fronteira do espaço a bordo da New Shepard, uma nave construída pela Blue Origin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
×Close search
Search